Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Tipos de amplificador: qual a melhor opção para cada cenário?

tipos de amplificador blog

O amplificador de áudio é um equipamento que amplia o sinal elétrico, sendo capaz de expandir a potência ou o volume do som. Existem diversos tipos de amplificador, utilizados para amplificar o som de instrumentos, som de TV e outros recursos. 

Cada um dos tipos de amplificador é indicado para um projeto específico. Conhecer as opções vai te ajudar a fazer uma melhor escolha para o projeto do seu cliente. Nesse artigo, você vai conhecer quais são os tipos de amplificadores, quais as finalidades de cada um e como integrá-los ao seu projeto de sonorização. Continue lendo e confira!

 

Quantos tipos de amplificadores existem e quais as finalidades de cada um?

 

Existem alguns tipos de amplificadores no mercado, mas os mais populares e utilizados em sonorização de ambientes são os boosters e os de fonte chaveada. Os amplificadores boosters têm uma infraestrutura simples e são indicados para projetos que precisam de até 100 W RMS por canal e impedância entre 2 e 4 Ohms. Outra característica é que esse tipo de amplificador costuma ser mais caro.

 

Os amplificadores de fonte chaveada contam com mais componentes em seu circuito. Isso significa que têm infraestrutura técnica mais complexa. Por esse motivo, amplificam o sinal e oferecem uma melhora significativa em sua transmissão. Além disso, os amplificadores de fonte chaveada podem ser usados em diversos tipos de equipamentos e diferentes sistemas. 

 

Há também outras classificações de amplificadores, entenda melhor a seguir:

 

  • Amplificadores de classe A: consomem mais energia, por isso esquentam mais e são menos eficientes. No entanto, apresentam alta fidelidade sonora, distorcem pouco o som e oferecem um rendimento melhor;
  • Amplificadores de classe B: são menos usados no mercado, pois não são indicados para sistemas de som ambiente. Isso porque entregam baixa qualidade da amplificação de sinais específicos e alto nível de distorção;
  • Amplificadores de classe AB: reúne as melhores características das duas classes. Da classe A, o amplificador aproveita a baixa distorção e da classe B, o baixo consumo de energia. A junção das duas classes forma um aparelho que consome menos energia e entrega melhor qualidade de som. Esse é o tipo de amplificador mais utilizado no mercado, atendendo cerca de 95% dos projetos.
  • Amplificadores de classe D: os modelos digitais são acoplados em subwoofers, ou seja, não precisam ser comprados à parte para a montagem do sistema de som. Por serem digitais, são eficientes, não produzem calor e reproduzem as frequências mais baixas com nitidez. Por isso, é indicado tanto para o uso em caixas de som mais delicadas, quanto modelos com sons mais graves.

 

Qualquer um desses modelos é melhor do que os tipos de amplificadores mais antigos, pois são transistorizados. Isso quer dizer que contam com componentes internos pequenos que entregam melhor desempenho e não precisam ser instalados em áreas maiores. Em geral, um rack dedicado aos aparelhos é suficiente, mas eles também podem ser embutidos na parede do imóvel.

Veja como modernizar o seu negócio de sonorização de ambiente com esse passo a passo completo!

 

 

Tipos de amplificadores e projetos: como integrar com equipamentos no projeto de sonorização

 

As particularidades dos tipos de amplificador determinam como eles serão utilizados nos projetos de sonorização. Por isso, não é possível determinar qual aparelho é mais indicado para cada situação, sem que antes alguns critérios sejam observados. Por exemplo, a potência das caixas de som do seu projeto são definidas de acordo com as necessidades do ambiente.

Dessa forma, o amplificador deve atender àquele tipo de caixa de som, que tem aquela potência, além de outras características. As definições podem influenciar no valor dos equipamentos e, consequentemente, do projeto. Economizar na aquisição dos aparelhos nem sempre é uma boa alternativa, pois a economia pode impactar na experiência com o sistema.

O recomendado é responder algumas perguntas para fazer a melhor escolha, veja algumas delas a seguir:

 

  • O som será reproduzido em volume alto e com reforço de frequências graves?
  • Será necessário instalar um subwoofer?
  • O amplificador será conectado a um aparelho de TV ou outros dispositivos de música?
  • O som será reproduzido em mais de um ambiente?
  • Verifique o tamanho médio dos cômodos ou espaços que serão sonorizados.

 

A partir das respostas para essas perguntas, você poderá identificar as necessidades do projeto com mais clareza e precisão. Veja a seguir, quais os tipos de amplificadores a Frahm oferece para ajudar na sonorização de diversos ambientes.

Tipos de amplificadores da Frahm

Amplificador Slim 4500 Optical

Esse modelo é indicado para projetos com até 60 caixas ou arandelas, com até 15 unidades por canal. Com o Slim 4500 Optical, é possível sonorizar até 4 setores de forma independente e mesclar fontes diferentes. O aparelho é indicado para projetos de setorização e quando é necessário instalar caixas com uma distância maior. Isso porque ele trabalha com impedância mínima de 4 Ohms.

 

Amplificador GR 5000 APP

 

O GR 5000 conta com 600W de potência, por isso é capaz de entregar o som mais potente possível. Além disso, esse modelo reproduz som em alta definição e é recomendado para usos de médios a grandes ambientes. Outra vantagem do equipamento é a facilidade de instalação e seu visual moderno.

 

Amplificador Slim 1800 APP

Esse modelo é indicado para projetos que precisam de um melhor custo-benefício e simplicidade para manusear. Os aparelhos dessa linha foram desenvolvidos com o que há de mais atual em tecnologia, conta com componentes de alto nível, que garantem uma reprodução sonora de alta definição. Além de ser ideal para ambientes pequenos.

 

O amplificador Slim 1800 APP da Frahm possui 60 Watts RMS de potência, conexões para todos os formatos de áudio, como USB, SD,  FM, Bluetooth e 1 entrada auxiliar via conector RCA. O aplicativo Frahm Connect permite que você controle mídias USB e BT e o volume de mídia.

 

Amplificador Home Sense 320.4 dual BT

O Home Sense 320.4 dual BT faz parte da Linha Home Sense, desenvolvida para entregar a melhor experiência para quem ouvir música em casa. Os itens dessa linha são digitais, classe D, e entregam 320W RMS de potência, distribuídos em 2 canais estéreos de 160W RMS (2x80W Rms @ 4 Ohms), transformando a sala da sua casa em um cinema e áreas de festas em eventos de causar impacto.

 

O aparelho conta com conectividade por Dual Bluetooth, Entrada Óptica, duas entradas RCA, FM e Micro SD e comandos de voz via Bluetooth e Conexão Auxiliar. O Dual Bluetooth são duas conexões que permitem usar o aparelho em conjunto com a mídia (FM, Micro SD). Esse amplificador também pode ser controlado via controle.

 

Amplificador Slim 4100 Optical

Alto desempenho, confiabilidade e potência são as principais características do Slim 4100 Optical da Frahm. Esse modelo conta com arquitetura em SMD classe AB e potência de 300W, sendo  2 x 150 WRMS em 2 Ohms.

 

É indicado para sonorização de ambientes em que é preciso apenas um amplificador. A conectividade é outra característica importante, o equipamento conta com conexões USB, SD, FM, Bluetooth e entrada Óptica em formato PCM, compatível com qualquer saída digital de televisores e 2 entradas auxiliares via conector RCA que permitem conexão com qualquer emissor de áudio analógico.

 

Outros recursos, como a entrada de microfone via P10 com controle de volume dedicado para o canal atrelado com gongo, tornam o equipamento ideal para uso em ambientes comerciais. 

Precisa de ajuda para desenvolver seu projeto e escolher o amplificador ideal? Solicite um projeto gratuito.

Últimos Artigos

WhatsApp Fale com um atendente